PELO DIREITO DE PERMANÊNCIA É O GRITO DA FAVELA DE VILA PRUDENTE



Já não bastasse a situação de Pandemia que assola o mundo, e de maneira mais cruel, a população pobre das Favelas, o desemprego e a fome, o povo da Favela de Vila Prudente convive com as obras do Monotrilho que tem se aproximado cada vez mais das casas.

Com a previsão de que famílias serão atingidas, o MDF tem atuado na organização das Famílias e buscado junto ao Governo do Estado e o Metrô-SP informações sobre o projeto e suas propostas para o atendimento às famílias, mas até o momento sem muito avanço.

“Vivemos uma situação de descaso por parte do Governo do estado e do Metrô-SP, a anos tentamos buscar a construção de um diálogo, mas sem muitos avanços, nossa vida está parada desde então, já se vão mais de 5 anos desde a primeira conversa, muita famílias estão preocupadas, não dormem, tem medo do futuro e a Pandemia só piora essa situação. Organizamos uma comissão de moradoras e moradores e estamos buscando apoio de outras organizações populares e mandatos de parlamentares, depois disso conseguimos duas reuniões com o Secretário Estadual Alexandre Baldy, uma presencial com o apoio da Deputada Estadual Márcia Lia e outra virtual através da Vereadora Juliana Cardoso, nas duas ocasiões o Secretário prometeu apresentar o projeto, coisa que não aconteceu, agora vamos acionar a Defensoria Pública do Estado, não queremos só saber do projeto, queremos discutir as possibilidade de atendimento, não vamos aceitar que nossas famílias permaneçam por anos no auxílio aluguel, espalhadas por aí e quebrando completamente o vínculo comunitário.” – André Silva – Morador, Membro da Equipe Central do MDF e da Comissão de Moradoras e Moradores.

Manifesto da Vila Prudente pelo Direito à Moradia é à Cidade.

A Favela de Vila Prudente é hoje uma das mais antigas da Cidade de São Paulo, tem uma história de muita luta, já resistiu diversas vezes ás ameaças de remoção e hoje vê essa situação voltar.

O Metrô - SP tem desenvolvido os projetos e obras para a ligação da estação Vila Prudente da Linha 15 Prata do Monotrilho com a estação de trens do Ipiranga da Linha 10 Turquesa da CPTM, esse trecho tem a grande possibilidade de impactar com remoções a Favela de Vila Prudente.

Foi formada uma comissão de moradoras e moradores que tem os pedidos de reunião sido ignorados pela direção do Metrô da Secretaria Estadual de Transportes e do Governo do Estado para apresentação de propostas da Comissão, inclusive para a apresentação de projetos alternativos, direito assegurado segundo cartilha da relatoria especial da ONU sobre Direito à Moradia Adequada.

É nosso direito participar desse processo de discussões do projeto, principalmente por correr o risco de ser impactado.

Não aceitaremos auxílio aluguel, ou valores que impossibilitem a nossa permanência no território chega de expulsar os pobres da cidade!

Por isso lançamos essa denúncia a nossa história não será apagada! Direito à Moradia e à Cidade já!

Comissão de Moradoras e Moradores das Favelas Vila Prudente e Estação MDF – Movimento de Defesa do Favelado – Região Episcopal Belém

127 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

MDF - Movimento de Defesa do Favelado

mdfsp@uol.com.br

11 2917-2744